Simplesmente Lu

Outubro 14 2010

Recebi e publico comentário-desabafo de uma moradora de Parauapebas, relativo ao post abaixo, sobre a mutilação da menina afegã, que teve suas orelhas e parte do nariz cortados pelo marido. Ela tb faz referências a outros crimes crueís praticados por homens que são o lixo da sociedade. Lu.

 

"Essa história cruel me faz lembrar do posicionamento de alguns homens diante do caso do goleiro Bruno. Li em jornais e na internet comentários de alguns homens, em defesa do Flamengo, que chamam a Samúdio de vagabunda, prostituta e os piores nomes. Esquecem, antes de mais nada, que homens como o Bruno, que provocam festas com orgias e traem as namoradas e mulheres é que são os cafagestes. Depois alguns destes homens para "apagar" as besteiras que fazem tentam provocar abortos contra a vontade das mulheres e, o que é mais grave, provocam o assassinato  brutal destas mulheres.

 

Quando ficar provado quem foi o assassino desta moça, filha de uma mãe que não teve nem o alento de enterrar o corpo da filha, quem sabe esta pobre mãe tenha um pouco de paz ao saber que a Justiça vai ser cumprida. Penso também como ficará esta criança ao saber do que aconteceu com a sua mãe.

 

É uma pena que nos dias atuais ainda aconteçam crimes como esse. E o que também é assustador, observar que outros homens apoiam atos de brutalidade e de covardia como esses. Crimes bárbaros que ceifam a vida de mulheres e crianças. Crimes praticados por homens covardes e irracionais, como você diz no texto na menina afegã, deveriam ser banidos da sociedade.

 

Aqui no Pará, em Parauapebas, uma moça com nove meses de gravidez foi morta e jogada no rio (ou foi jogada viva). O autor do crime bárbaro foi o pai da criança, que, pelo que as investigações indicam, não queria pagar uma pensão miserável e achou por bem tirar a vida da moça e do próprio filho. A mãe desta moça também não conseguiu chorar sobre o corpo da filha, mas o assassino foi preso e vai pagar pela barbaridade que cometeu.

 

Devemos falar, divulgar e denunciar crimes desse tipo. Também é importante denunciar a atitude de homens covardes que cometem, mandam matar ou apóiam esses monstros que existem na nossa sociedade. Uns vermes que deveriam estar embaixo da terra.

 

Ainda bem que também existem homens dignos, como o delegado André Albuquerque, que se empenhou pessoalmente para solucionar o caso da moça grávida morta pelo pai de seu filho. Infelizmente, perdemos este conterrâneo, que foi baleado enquanto enfrentava uma quadrilha de traficantes.

 

Obrigada pelo espaço e parabéns pelo blog. Vamos clamar por JUSTIÇA!!!"

 

Josilene.

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 17:21

mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
16

17
18
19
22
23

25
26
27
29
30

31


pesquisar
 
myspace views counter
blogs SAPO