Simplesmente Lu

Novembro 25 2011

"Bolero", com Ana Rosa Crispino e Rolon Ho, será uma das atrações da noite

(Foto: Manoel Pantoja) 

 

Tradição e modernidade estarão na pauta da terceira edição do “Baila Belém – Festival de Dança de Salão”, que começa nesta sexta-feira (25), a partir das 20 horas, com um grande baile no salão nobre da Associação Nipo-Brasileira, onde o público vai poder se movimentar à vontade na pista de dança e apreciar, no palco, o trabalho dos melhores dançarinos da capital e da Região Metropolitana de Belém. Com ingresso a R$ 20 reais, o baile de abertura será dividido em três momentos, que destacarão ritmos internacionais, latinos e brasileiros. O evento é promovido pela Cia Arte e Produções, de Darley Quintas e Maurício Quintairos, e segue até o dia 27 de novembro com circuito de workshops, homenagens e outras surpresas.

 

No baile de abertura da programação do festival anual de Dança de Salão serão homenageados 20 profissionais que contribuem efetivamente com o crescimento da dança paraense. Professores, dançarinos e alunos de 45 escolas, companhias e grupos que trabalham com a Dança de Salão participam do encontro. Segundo o produtor cultural Darley Quintas, diretor executivo do “Baila Belém”, realizado nas suas duas primeiras edições no Teatro Experimental Waldemar Henrique, o projeto cresceu tanto que, este ano, precisou de um espaço maior para a sua noite de abertura, que contará com uma super produção de iluminação e som, que inclui mesas, pista de dança, DJs especializados, música ao vivo, bar e tudo o que um grande baile exige. Ele diz que o baile e os workshops, que serão realizados na Ballare Escola de Dança, objetivam profissionalizar cada vez mais a categoria, valorizando os profissionais da terra.

 

O trabalho destes mestres será mostrado hoje à noite no palco da Nipo, em coreografias de  diversos estilos, seguindo ritmos internacionais (Tango, Valsa, Country, Rock, Foxtrot, Twist), latinos (Merengue, Salsa, Zuck, Manbo, Rumba e Chachachá) e brasileiros (Samba, Forró, Soltinho, Lambada, Gafieira e Brega). O professor e dançarino Rolon Ho, responsável pela Cia. de Dança Cabanos, é uma das atrações da noite, quando também será homenageado. Ele vai ministrar o workshop de Samba Funkeado, que é o samba com uma nova roupagem. “É uma modernização do samba, em musicalidade, em movimentos... Tudo vai se inovando, como na tecnologia, e a dança também se inova. Esse novo estilo já é uma febre no Brasil”, enfatiza o professor.

 

No baile de abertura, Rolon Ho vai apresentar uma coreografia de samba tradicional e outra de samba nas pontas dos pés, além de um bolero estilizado, que dançará com a bailarina Ana Rosa Crispino, diretora da Ballare, com a qual tem desenvolvido trabalhos em parceria, como este duo premiado nos 20 anos do Dança Pará, em outubro passado. “Esse bolero, assim como o samba nas pontas, também não fica só no tradicional: é uma mistura das técnicas do Ballet Clássico com as da Dança de Salão”, esclarece. A coreografia do samba nas pontas é de Ana Rosa e Rolon, que interpreta um “malandro” com as bailarinas da Ballare.

 

Maurício Quintairos, diretor artístico do Baila Belém, lembra que, além da terceira edição do festival, o baile também vai festejar os 20 anos da Cia Arte e Produções e do Dança Pará Festival, o mais antigo festival do Estado. Maurício lembra que a Dança de Salão participou efetivamente desde o primeiro Dança Pará, crescendo junto com o festival, tanto que houve a necessidade de se criar este evento só para a categoria. 

O festival, na opinião de Rolon Ho, é uma iniciativa exemplar e única. “A Dança de Salão, em Belém, tem poucos momentos, que se resumem muito em bailes promovidos pelas escolas e academias. Quando a gente vê um evento grandioso como esse, isso só vem fortalecer a Dança de Salão que desenvolvemos. O trabalho da nossa companhia cresce com esse novo público, com essa interação, onde podemos ver também o trabalho dos outros profissionais. Eu diria que a Cia Arte e Produções está dando um presente para a Dança de Salão com esse festival”, avalia Rolon Ho.

 

Pioneira em produção de dança no Estado do Pará, a Cia Arte e Produções selecionou os 20  homenageados baseada no profissionalismo demonstrado e na relevante contribuição à Dança de Salão no Estado do Pará, seguindo também indicação de profissionais de dança, empresários e personalidades do mundo artístico. São eles: Marcelo Thiganá, Aderson Campos, Adelaide Marinho, Alex Santos, Antônio Coimbra, Carlos Sarmento, Cesar Cordeiro, Darliete Moraes, Ewerton Pires, Frank Coelho, José Neto, Lana Santos, Márcio Cerveira, osmarino Alves, Pedrinho Mafra, Roberto Ribeiro, Rolon Ho, Sidney Teixeira, Suanne Baena e Thiago Pinheiro.

 

O “Baila Belém-Festival de Dança de Salão” conta com o apoio do empresariado local e faz parte da agenda anual de eventos da Cia Arte e Produções, que tem solidificado e redimensionado a produção de qualidade em eventos de arte e cultura no Estado. Os projetos de dança objetivam divulgar e promover esta arte, oferecendo aos seus participantes o aprimoramento técnico e artístico, ao mesmo tempo em que estimulam o seu desenvolvimento sócio-educativo, por meio do intercâmbio profissional, das programações diversificadas, do fomento à formação de platéias e de parcerias que promovam crescimento artístico-cultural aos seus participantes.

 

SERVIÇO E PROGRAMAÇÃO: De 25 a 27 de novembro de 2011 acontece o “3º Baila Belém – Festival de Dança de Salão”, com a seguinte programação:

O baile de abertura acontece hoje (25), a partir das 20 horas, no salão nobre da Associação Nipo-Brasileira, incluindo homenagens e mostras de Dança.

 O circuito de workshops ocorre no sábado (26), na Ballare Escola de Dança, nos seguintes horários:

14h – Samba Funkeado, com o profº. Rolon Ho

14:40h - Samba Tradicional, com o profº. Aderson Campos

15:20h – Salsa, com o profº. Osmarino Alves e com a profª. Suanne Baena

16h – Tecnobrega, com o profº. Gilberto Thiganá

16:40h – Zouck, com o profº. Antonio Coimbra

 

O encerramento do festival será no domingo (27), às 18h30, no Bar e Restaurante Dom Diego, com um Happy Hour. A festa é reservada para os homenageados do evento.

 

Postos de venda do ingresso para o baile de abertura: Loja Kukuka (Castelo c\ Gentil), Loja Sapatilhas (Conselheiro c/ Benjamin), Manuelito Cabeleireiro (Padre Eutiquio /prox. Pátio Belém Shopping), Dom Diego Bar Restaurante (Presidente Pernambuco c\ Arcipreste), além das Escolas de Dança de Salão da cidade.

 

Valor: R$ 20 reais


Realização: Cia. de Arte Produções (Maurício Quintairos & Darley Quintas)

 

INFORMAÇÕES: (91) 9605-5360 e 9966-0101

 

Texto: Luciane Fiuza

 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 17:56
Tags:

mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30


pesquisar
 
myspace views counter
blogs SAPO