Simplesmente Lu

Janeiro 05 2012

 Da esquerda para a direita, Bruna Cabral, Rafaella Correa e Suelen Lopes: Ballet "O Corsário"

FOTO: Manoel Pantoja

 

Estão abertas as inscrições para o VI Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia, que acontecerá em Belém, no período de 9 a 22 de janeiro de 2012, numa realização da Ballare Escola de Dança. Durante 15 dias acontecerão aulas de clássico livre, clássico de repertório, técnica masculina, técnica de ponta e pas de deux, além da montagem completa de um ballet de repertório, que será apresentado ao público no final do curso: A Bela Adormecida.

 

A responsabilidade das aulas e dos ensaios para a montagem do espetáculo é dos professores e bailarinos solistas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ronaldo Martins e Rachel Ribeiro, com direção geral da bailarina Ana Rosa Crispino, diretora da Ballare.

 

Camila Viana e Ronilson Cruz em "Diana e Acteon". FOTO: Manoel Pantoja

 

As aulas ocorrerão, diariamente, pelo turno da manhã e, à tarde, os alunos participarão da montagem do ballet.  "A Bela Adormecida", ballet escolhido para a sexta edição anual do workshop, tem coreografia de Marius Petipa e música de Tchaikovsky. Entre os repertórios que já foram montados nos anos anteriores estão "Giselle", "O Quebra-Nozes", "Coppélia", "Dom Quixote", entre outros.

 

Ana Rosa informa que os papéis dos primeiros bailarinos, dos solistas e do corpo de baile serão definidos pelos professores de acordo com o talento, a técnica e a dedicação demonstrados pelos bailarinos e bailarinas durante as aulas.

 

Segundo a diretora da Ballare, o intuito do projeto é proporcionar aos estudantes de dança dos muitos municípios do Estado e de fora, o aprimoramento técnico e a oportunidade de participar da montagem completa de um ballet de repertório, envolvendo corpo de baile, cenógrafos, técnicos de palco, de som e de iluminação. Colaborar com a formação de plateia para um espetáculo de ballet clássico, que muitas vezes não alcança o grande público, é outro objetivo do projeto da Ballare.

 

 

 Sara Ribeiro e Nonato Melo: "Carnaval em Veneza". FOTO: Manoel Pantoja

 

PARTICIPE!

 

Já estão abertas as inscrições para o “VI Workshop de Ballet  Clássico de Repertório da Amazônia”, cujo resultado será a montagem do ballet “A Bela  Adormecida”, numa realização da Ballare. De 9 a 22 de janeiro de 2012.

 

Informações e inscrições: BALLARE Escola de Dança.

Endereço: Tv. Padre Eutíquio, 1454 (entre Tamoios e Conselheiro)

Fones: 3241-3182 e 8408-4707

Email: ballare@oi.com.br

Investimento: R$ 250 reais + R$ 60 reais (taxa de figurino)

Público alvo: estudantes com conhecimento básico de ballet clássico e bailarinos e bailarinas profissionais.

Serão disponibilizadas 10 bolsas integrais, somente para bailarinos.

Vagas limitadas.

 

Bailarina Lorena Lande Teixeira em "Coppelia". FOTO: Manoel Pantoja

 

 

Luciane Fiuza – (91) 8300-3961

Assessoria de Comunicação da BALLARE Escola de Dança


publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 15:36
Tags: ,

É uma ótima oportunidade para se aperfeiçoar nas aulas e principalmente no palco. O ballet, não requer a dança em sí precisa de um trabalho árduo, às vezes lento, mais do que o esperado. Para se chegar ao palco, precisamos de muito trabalho, técnica e dedicação , do simples "gesto" com mão, até as triplas piruetas. E é isso que o Workshop oferece, tudo isso em 15 dias!
Bruna Cabral a 5 de Janeiro de 2012 às 18:54

Isso mesmo, Bruna. Ballet é inspiração e transpiração. O workshop é uma oportunidade para os bailarinos aperfeiçoarem desde a técnica até a interpretação. E para o público conhecer os mais belos clássicos do repertório mundial ;) Bjs!

Reitero o que disse a Bruna, e digo ainda que além de toda a importância que é dada à dança em sua integridade, o workshop é uma oportunidade singular de dançar um ballet clássico de repertório em um dos maiores teatros do Brasil! Sem dúvida é uma experiência maravilhosa e uma grande realização para os amantes dessa arte. Quem faz o workshop sempre sai satisfeito com o trabalho realizado, as aulas, os ensaios, os espetáculos, os vínculos criados durante o curso... e no fim dos 15 dias de trabalho, sente muita falta de estar na sala de aula diariamente, dançando, aprendendo e trocando experiências. Mas fica o aprendizado, as belas fotos, as amizades, a satisfação e as portas abertas para que voltem a participar no ano seguinte... enfim, é uma ótima oportunidade e uma experiência grandiosa! Vale a pena conferir!
Sara Ribeiro a 6 de Janeiro de 2012 às 12:02

A Bruna e a Sara falam por experiência própria, pois sempre participam do workshop, onde talentos são descobertos e lapidados, e onde todos saem felizes e realizados :)
O ballet é td isso que vc falou, Sara. Seu comentário me fez lembrar Santo Agostinho em seu EU LOUVO A DANÇA:

Louvada seja a dança

porque ela libera o homem

do peso das coisas materiais

e une os solitários para formar sociedade.

Louvada seja a dança que tudo exige e fortalece,

saúde, mente serena e uma alma encantada.

A dança significa transformar o espaço,

o tempo e a pessoa, que sempre corre perigo

de se desfazer e ser ou somente cérebro,

ou só vontade ou só sentimento.

A dança porém exige o ser humano inteiro,

ancorado no seu centro,

e que não conhece a obsessão da vontade de

dominar gente ou coisas,

e que não sente a demonia de estar perdido em

seu próprio ser.

A dança exige o homem livre e aberto

vibrando na harmonia de todas as forças.

Ó homem, ó mulher, aprende a dançar,

senão os anjos do céu não saberão o que fazer contigo.


Santo Agostinho

mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar
 
myspace views counter
blogs SAPO