Simplesmente Lu

Outubro 10 2014

Fafá sola.JPG

Fafá de Belém. Foto: Tamara Saré

 

Que tal ouvir Fafá de Belém interpretar 'Coração de Estudante' com Wagner Tiso ao piano? Emoção diretamente proporcional a de presenciá-la dividindo o palco com Cristovão Buarque em 'Resposta ao Tempo'. Ou ao prazer de ouvir a guitarrada gostosa do mestre Manoel Cordeiro em sintonia com o som das guitarras portuguesas de Nuno Miguel Botelho e Hugo Filipe Gamboias (foto) no palco do Teatro da Paz. 

 

Ora, pois pois, mas com certeza essa não é uma casa portuguesa. Não é. O Da Paz é uma casa de espetáculos centenária localizada em Belém do Pará. Foi lá que grandes músicos se reuniram na noite desta quinta-feira, 9, no espetáculo Fado Tropical, que apresentou Fafá de Belém e convidados.

 

Fafá mostrou que é de Belém, do Pará, do Brasil, de Portugal e do mundo.

Fafá com Nuno Miguel Botelho e Hugo Filipe Gamboias

 

Fafá e seus convidados cantaram a universalidade da música em repertório diversificado onde nada foi lugar comum: erudito, popular, regional se misturaram e combinaram em ponto e contraponto.

 

Seu conterrâneo, o saudoso Waldemar Henrique, já havia demonstrado que a receita dá certo quando há música de qualidade. 

 

É o que Waldeco reafirma a cada interpretação e releitura feitas de sua obra. Prova disso é o impecável 'Uirapuru' na voz da cantora lírica Gabriella Florenzano e o singelo 'Tambatajá' na interpretação tocante de Fafá de Belém.

 

E o que falar do 'Foi Assim' de Paulo André e Rui Barata? Esse clássico (ou popular?) do repertório da cantora fechou o espetáculo com a participação de todos os músicos. 

 

Músicos jovens e experientes, de diversos estilos e origem, formaram o elenco, tão plural quanto a plateia do teatro, lotada de paraenses e turistas brasileiros e do exterior que visitam o Pará no Círio de Nazaré, festa de devoção à padroeira dos paraenses.

 

Com sua voz arrepiante, energia e talento, Fafá cantou para a sua padroeira “Ave Maria”, de Schubert, em ritmo de bossa nova (ela pode!). Os céus também aplaudiram Fafá em “Azulão” e Gabriella Florenzano (foto) em “Um Poema de Amor”.

 

A plateia fez coro durante as canções mostrando que Jaime Ovalle e Wilson Fonseca estão presentes no imaginário coletivo. Tão presentes quanto o “Trem Caipira”, de Gismonti, com sua força que nos desloca no tempo e no espaço. É o poder que a música têm de nos emocionar diante de uma obra de arte.

 

O Fado Tropical, de Chico Buarque, na voz da diva Fafá, fez muitos fecharem os olhos e, sinceramente, chorarem: 'ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal...'

 

Fafá cantou, papeou, dançou, encantou, riu, rodopiou e conduziu com maestria cada música apresentada, cada convidado e momento do espetáculo, aberto por ninguém menos que Sebastião Tapajós e seu violão mágico.

 

Entre um número e outro lá vinha ela jurando com 'pavulagem que pegou uirapuru' e que 'foi boto, sinhá'. Fafá também falou 'do lobisomen, da mãe-d'água, do tajá, disse do juratahy que se ri pro luar'... Égua, que cabocla faladora!

 

Maria de Fátima Palha de Figueiredo é a Fafá, que é do mundo, mas carrega Belém no nome, na alma e no coração. 

 

Gabriella Florenzano_show da Fafá de Belém.JPGO Fado Tropical é um show que passa como um trem lotado de luzes, sons e talentos pungentes: estrelas da música brasileira e portuguesa. Ícones da música paraense com suas raízes múltiplas.

 

Nessa viagem de tempos e contratempos, embarcaram, ainda, Márcio Malard (violoncelo), Davi Amorim (guitarra), Adelbert Carneiro (baixo), Trio Manari (percussão) e Esdras de Souza (sax/flauta).

 

Na direção musical estava o múltiplo Luiz Pardal, que dispensa apresentações.

 

Ah, também tinha muita gente bonita do lado oposto do palco, aplaudindo essa grande festa da Fafá de Belém: a atriz Dira Paes, o músico Paulo André Barata, o padre Fábio de Melo...

 

É tanta arte, beleza e falação, que nem dá pra explicar. É melhor deixar isso pra lá!

 

Luciane Fiuza

 

Veja mais fotos em meu facebook

 

Fotos: Tamara Saré/Secult

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 07:24

Parabéns Lu, pela belíssima matéria.Infelizmente acabei não indo assistir por motivos familiares, mas meu coração ficou dividido. Sei que foi lindo os dois dias e que Fafá e Gabriella dera um show espetacular, só ouvi elogios. Feliz Círio a você e família.
Celeste Heitmann a 10 de Outubro de 2014 às 17:00

Obrigada pela visita virtual e pelo comentário, querida Celeste. Você ficaria encantada com o espetáculo, pois sei que ama da mesma forma sua terra natal e o Pará. Esse espetáculo particular deve ter sido lindo (só pra quem pode, né?! srrsrs); lembro bem da alegria de vocês relatando o fato pra mim. Feliz Círio! :D

mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
myspace views counter
blogs SAPO