Simplesmente Lu

Julho 29 2014

                                                                              Focus Cia de Dança. Foto: Cintia Pimentel  

 

 

                                                                            apresenta

 

As canções que você dançou pra mim

  

Não é ao acaso que Roberto Carlos é considerado um rei. Suas canções embalam e encantam a todos que, de alguma forma, identificam-se com uma ou outra. E é neste ritmo, impulsionada pelas canções do rei, que a Focus Cia de Dança (Rio de Janeiro) chega a Belém com o premiado espetáculo inspirado neste universo musical. 

 

As tantas emoções que Roberto Carlos cantou aos brasileiros transformam-se em trilha sonora para os bailarinos da Focus Cia de Dança no espetáculo “As canções que você dançou pra mim”.

 

Com uma trajetória de sucesso nacional e internacional, a montagem do grupo carioca chega a Belém nos dias 15, 16 e 17 de agosto (sexta a dom), no Teatro Estação Gasômetro, que fica no "Parque da Residência", Av. Governador Magalhães Barata, 830 - São Brás.

 

Os ingressos custam R$ 20/R$ 10 (meia) e podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro. A turnê é uma realização do Ministério da Cultura (MinC) com o patrocínio de O Boticário na Dança.

 

“As canções que você dançou pra mim”

 

O espetáculo estreou  em 2011 e já realizou cerca de 170 apresentações em cidades brasileiras e em outros países como Estados Unidos e Portugal. Eleita como uma das melhores montagens em dança pelo jornal O Globo (em 2011) e pela Folha de São Paulo (em 2012).

 

‘A escolha por Roberto Carlos surgiu de brincadeiras do elenco que durante as viagens cantavam músicas do rei onde um ia interrompendo o outro com outra música, a partir de uma palavra comum’, conta o diretor e coreógrafo da companhia carioca, Alex Neoral. ‘Uma canção vai puxando a da sequencia, formando uma grande história. É como se uma perguntasse e a outra respondesse’, completa Alex.

 

Compõem a trilha sonora do espetáculo mais de 70 trechos das composições, sempre na voz do próprio Roberto em suas versões originais em clássicos dos anos 1960 a 1980.

 

Para Alex - que coreografa pela primeira vez a partir da palavra cantada - o desafio é duplo: mergulhar na obra de um artista tão popular, tão presente no cotidiano dos brasileiros, e colocar tal obra em diálogo com uma arte abstrata como a dança. “O significado da palavra é muito forte na canção. Procurei usar a literalidade, mas de uma forma inteligente, que não limitasse a dança a uma legenda da letra. Aproveitei as intenções para dar fisicalidade ao movimento e para buscar uma atitude teatral”, destaca.

 

O resultado é uma apresentação que estabelece comunicação direta com os espectadores, o que cria identificação e conquista plateias de diferentes perfis. Alex destaca ainda a interatividade do espetáculo com a plateia o que torna cada apresentação única, ficando o elenco sujeito à reação da plateia que se emociona, chora e ri. Além de Alex Neoral, que também faz parte do elenco, estão Carol Pires, Clarice Silva, Cosme Gregory, Felipe Padilha, Gabriela Leite, Marcio Jahú e Monica Burity.

 

Para completar o universo de referências à obra de Roberto Carlos, “As canções que você dançou pra mim” traz figurinos em tons de azul, que fazem alusão aos modelos e cortes das décadas de 1960 a 1980, com toques contemporâneos. 

 

Oficina - Esta é a primeira  vez que a Focus Cia de Dança vem à cidade. Além das apresentações no Teatro Estação Gasômetro, o grupo também realiza em Belém uma oficina de Dança Contemporânea totalmente gratuita.

 

A oficina acontece no dia 16 de agosto (sábado), das 14 às 17 horas, no Teatro. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone 91 96055360/ 99660101 / 82013973 / 80122347 ou pelo e-mail ciadearteprojetos@yahoo.com.br. As inscrições são gratuitas. O público-alvo é de bailarinos profissionais.

 

A companhia - A Focus Cia. de Dança, dirigida por Alex Neoral, foi fundada no ano 2000 e hoje é um dos mais atuantes grupos de dança do Rio de Janeiro. Possui no repertório 12 peças coreográficas, dentre as quais “Ímpar”, “3 Pontos” e o recente “Dente de Leite”.

 

Em 2010 e 2011, a Focus apresentou-se em 32 cidades francesas, inclusive na Bienal da Dança de Lyon. Seu itinerário internacional inclui destinos como Nova York, Washington, Portugal, Itália, Alemanha e Panamá. No Brasil, levou espetáculos para quase 60 cidades.

 

Seus trabalhos já foram indicados entre os melhores do ano por veículos como o Jornal do Brasil e O Globo. No ano de 2012, o júri especializado do Guia da Folha de São Paulo elegeu “As canções que você dançou pra mim” como uma das três melhores montagens daquela temporada pela originalidade e simplicidade da proposta.

 

Serviço:

 

“As canções que você dançou pra mim”

Focus Cia de Dança 

Direção e coreografia: Alex Neoral 

15 e 16 de agosto às 21h e 17 de agosto às 20h 

Teatro Estação Gasômetro 

Av. Governador Magalhães Barata, 830 - São Brás - Belém 

Informações: 91 96055360/ 99660101 / 82013973 / 80122347 

Vendas antecipadas na bilheteria do teatro - Tel: 91 40098720  

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia) 

Classificação indicativa: livre 

Duração: 55 minutos 

 

Oficina gratuita de Dança Contemporânea

16 de agosto, de 14h às 17h  

Teatro Estação Gasômetro 

Inscrições e informações: ciadearteprojetos@yahoo.com.br

 

Contatos:

 

Luciane Fiuza (assessoria de imprensa): (91) 8300-3961 / lucianefiuza@gmail.com

 

Alex Neoral (diretor e coreógrafo): (21) 99303-2165 /alexneoral@hotmail.com

 

Tatiana Garcias (produção): (21) 98333-1088 / tatigarcias@globo.com

 

 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 18:39
Tags: ,

Maio 24 2013

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 15:30
Tags: ,

Abril 20 2013

Prefeitura Municipal de Tucuruí incentiva a arte da dança ao promover o "Didan 2013"


O município de Tucuruí, no sudeste do Pará, conhecido por sua imponenteusina hidrelétrica, a maior do país em termos de potência instalada, tem também grandes companhias de dança. Não é de hoje que o município aparece como vencedor de festivais dentro e fora do Pará, que são referências na área. Com esse intuito a Prefeitura Municipal de Tucuruí realiza, de 24 a 28 de abril, no Ginásio Poliesportivo e no Centro de Convenções do município, a segunda edição do Dia Internacional da Dança, o “Didan 2013”. 


Por conta de todo esse conteúdo e com o intuito de incentivar e relevar talentos, a administração pública local tem realizado ações que fomentem cada vez mais esta área artística. São festivais, capacitações, palestras, cursos, informações e eventos promovidos e apoiados com verbas públicas direcionadas à dança.


Para o “Didan 2013”, a Prefeitura de Tucuruí, através da Secretaria de Educação e Cultura, preparou uma agenda especial, alusiva à data comemorativa tão esperada por bailarinos, coreógrafos, professores e demais admiradores desta arte envolvente e encantadora.


Por meio de uma parceria firmada com o Instituto de Artes do Pará (IAP) será promovida capacitação em maquiagem artística para os artistas da cena, sejam eles da dança ou do teatro. Além das aulas de diversas técnicas de dança, durante o evento, os participantes também poderão assistir a filmes temáticos, visitar a exposição, aprender a preparar um “book bailarina” (álbum de fotos), aulas de coque, entre outras atividades.


Muita informação será disponibilizada não só para quem é da área, mas também para todos os que admiram e trabalham envolvidos pela arte de da dança. E o que é melhor, o “II Didan” é um evento em que todas as ações são gratuitas.


Para isso, a Prefeitura Municipal de Tucurui, além do IAP, conta com o apoio de Flávio Cosméticos - revendedor dos produtos Natura; Casa da Bailarina (Espaço Camarim); Tucuruí Shopping Center e Sistema Floresta de Comunicação.


  Usina Hidrelétrica de Tucuruí (UHT) é referência do município. Foto: Raymonds Santos


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO “DIDAN 2013”:


24.04 (Quarta) – Sala de Dança do Ginásio Poliesportivo, 09 às 11h e de 15h às 17h: Cine Ballet; Book Bailarina (o); Aula de coque e maquiagem. Aberto ao público em geral.


25.04 (Quinta) – Sala de Dança do Ginásio Poliesportivo, de 09 às 11h: mesma programação, sendo que somente para as turmas baby class do Ginásio Poliesportivo.


26.04 (Sexta) – Centro de Convenções, das 08h às 12h e 14h às 18h: Curso de maquiagem artística, direcionado ao público artístico.


27.04 (Sábado) – Centro de Convenções, das 08h às 12h e 17h às 21h: Curso de maquiagem artística, sendo que a partir das 19h, na praça de alimentação do Tucuruí Shopping, a Exposição Viva mostrará o resultado da oficina.


28.04 (Domingo) – Centro de Convenções, às 19h, sessão Dança Contemporânea.  Aberta ao público em geral.

 

Da Redação do Sistema Floresta de Comunicação, com colaboração de Rose Monteiro


Fotos (créditos):


Cartaz Didan 2013: a criação do  cartaz do “DIDAN” é de Jascy Escobar; e a versão 2013 é criação de Guto Silva.

FOTO: Prefeitura Municipal de Tucuruí/Divulgação


Foto da Usina Hidrelétrica de Tucuruí (UHT):  Raymonds Santos

 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 19:36
Tags:

Janeiro 17 2013

 

O espetáculo “La Bayadère”, resultado da sétima edição do Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia, será apresentado no Theatro da Paz na sexta (18) e no sábado (19), às 20 horas. Participam da montagem, aproximadamente, 70 bailarinos da capital, do interior e de outros Estados, que mostrarão em gestos e movimentos a romântica história de Sólor e Nikiya, toda ambientada na Índia. A direção geral do espetáculo é de Ana Rosa Crispino, diretora da Ballare Escola de Dança, e os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro.

 

No domingo (20), às 11 horas, acontecerá uma sessão especial, onde o ingresso vale 2 quilos de alimentos não perecíveis. Os alimentos serão doados para instituições de caridade e a troca poderá ser feita até sexta-feira, no prédio da TV Liberal (Avenida Nazaré, 350), no horário comercial. A sessão beneficente conta com o apoio da TV Liberal e da Cia de Arte Produções.

 

A montagem completa da peça de três atos é uma realização da Ballare, com remontagem coreográfica dos professores convidados Ronaldo Martins (RJ) e Rachel Ribeiro (RJ), bailarinos solistas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Os professores também estiveram à frente das aulas do workshop, iniciado no dia 7 de janeiro.

 

O balé que os alunos do curso apresentarão conta a história dramática de amor entre um jovem guerreiro e de a dançarina de um templo brâmane. No elenco, estão bailarinos de Belém, do interior do Pará (Ananindeua, Altamira, Mãe do Rio e outros) e de outros Estados, como Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Norte, Amapá e Amazonas, além de atores paraenses convidados, como Thiago Losant.

 

A participação de bailarinos de todo o Brasil é resultado do sucesso que o Workshop tem conquistado a cada edição, sendo considerado, hoje, o maior curso de férias de balé clássico do Norte e do Nordeste do Brasil.

 


MAGIA - “La Bayadére” tem coreografia original de Marius Petipá e foi montado pela primeira vez em 1877, no Teatro Mariinsky,em São Petersburgo. A música de Ludwig Minkus é envolvente do início ao fim, alternando momentos de magia e de forte impacto.

 

Os participantes selecionados para os papéis de primeiros bailarinos, solistas e corpo de baile foram avaliados durante o curso, segundo critérios técnicos e interpretativos. Já a produção do espetáculo foi realizada pela equipe da Ballare e demais profissionais paraenses das áreas de cenário, figurino, sonoplastia e iluminação.

 

La Bayadèrejá foi mostrado pela escola em 2004, 2005 e no ano passado, com remontagens feitas por Ana Rosa Crispino, com bailarinos convidados, o alemão Soren Niewelt e Vitor Luiz, do Rio de Janeiro. Segundo a diretora, as aulas do Workshop e o processo de montagem do balé proporcionam o aperfeiçoamento técnico e interpretativo dos bailarinos, atendendo as exigências dos grandes balés de repertório.

 

A Ballare já remontou, com sucesso, outras peças conhecidas, entre elas, a versão completa de “Dom Quixote”, “La Bayadère”, “Giselle”, “Paquita”, “Coppélia” e o “O Quebra-Nozes”, além trechos de “A Filha do Faraó”, “Lê Sylphides”, “La Fille MalGardèe”, “O Lago dos Cisnes” e “Esmeralda”.

 

Com quase 12 anos de existência, a Ballare também tem buscado mostrar a dança para os mais diversos públicos, a fim de contribuir com o fomento artístico-cultural da arte desenvolvida no Estado do Pará. Ana Rosa Crispino conta que já realizou espetáculos beneficentes reservados para escolas públicas, ONGs, entidades filantrópicas e instituições afins, com o intuito de divulgar a arte do Balé Clássico para crianças, adolescentes e adultos atendidos por estas instituições, dando oportunidade para que estas pessoas assistam montagens completas de famosas peças do repertório clássico mundial.

 

SERVIÇO: Espetáculo “La Bayadère”, resultado do VII Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia, realizado pela Ballare Escola de Dança. No Theatro da Paz, na sexta (18) e no sábado (19), às 20 horas, e no domingo (20), às 11 horas (sessão beneficente). Os ingressos para os dias 18 e 19 custam R$ 30,00 e podem ser adquiridos na bilheteria do Theatro da Paz, com meia-entrada para estudantes.  Para a sessão beneficente de domingo, os ingressos poderão ser trocados por 2kg de alimentos não perecíveis, até sexta-feira (18), no horário comercial, no prédio da TV Liberal (Av. Nazaré, 350). Apoio: TV LIBERAL e Cia de Arte e Produções.

 

Mais informações nos telefones (91) 3241 3182 e (91) 84084707.

 

FOTOS - MANOEL PANTOJA

TEXTO - LUCIANE FIUZA  

 

Ascom/Ballare 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 13:43
Tags:

Janeiro 15 2013

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 18:35
Tags:

Dezembro 18 2012

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 18:27
Tags:

Dezembro 12 2012

Participe do VII Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia


Data: e 7 a 20 de janeiro de 2013


Local: BALLARE Escola de Dança. Belém-PA


Aulas de Ballet Clássico, Pontas, Pas de Deux e Técnica Masculina.


Professores/Remontadores: Ronaldo Martins (RJ) e Rachel Ribeiro (RJ) -


bailarinos solistas do Teatro Municipal do Rio de Janeiro



Com montagem do Ballet La Bayadére ao final do curso



Informações e inscrições: (91) 3241-3182 e ballare@oi.com.br




Realização: BALLARE Escola de Dança

 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 20:11
Tags:

Dezembro 06 2012


Espetáculo "A Bela Adormecida", com a Ballare Escola de Dança. FOTO: Manoel Pantoja

 

Toda a magia do conto “A Bela Adormecida”, um clássico da literatura infantil, tomará conta, neste final de semana, do belo Theatro da Paz. A Ballare Escola de Dança levará ao mais famoso palco paraense, no próximo sábado (8), às 20h e domingo (9), às 18h, a história do romance da princesa Aurora com o corajoso príncipe Desirèe, que luta para salvar o seu amor da malvada Carabosse, com a ajuda das fadinhas do bem, lideradas pela Fada Lilá. Essa é a primeira vez que a Ballare Escola de Dança monta uma versão completa do ballet “A Bela Adormecida”, sob a direção da bailarina, professora e diretora Ana Rosa Crispino.

 

“A história é a mesma do conto de fada. Apenas é contada através de muita dança, de acordo com o libreto que foi criado por Marius Petipá e Ivan Vsevolojsky”, explica Ana Rosa Crispino, contando que a montagem envolve desde os alunos do baby-class até os níveis mais avançados da escola. Alguns destes alunos já haviam participado, em janeiro de 2012, do “Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia”, com os professores Ronaldo Martins e Rachel Ribeiro, do Rio de Janeiro. Realizado anualmente pela Ballare, no final do workshop sempre é montado um balé de repertório.

 

A remontagem da “Bela Adormecida” é de Ana Rosa Crispino, também responsável pela adaptação coreográfica, que conta também com a participação das bailarinas e professoras da escola Camila Viana e Suelen Lopes - que remontaram e criaram as coreografias das turmas infantis.

 

O elenco e a equipe técnica do espetáculo são totalmente paraense. Nos papéis da princesa Aurora, revezam-se as bailarinas Camila Viana (que dança no domingo) e Lorena Lane Teixeira (sábado). O bailarino Ronilson Cruz será o príncipe Desirèe e a Fada Lilás (Fada da Sabedoria) será interpretada por Suelen Lopes. Ana Rosa Crispino fará participação especial, encarnando Carabosse, a fada do mal.

 

Também participam do espetáculo o ator por Jean-Paul Lopez, na pele do Rei Florestan, a atriz e bailarina Andréa Torres (Rainha) e o ator e artista plástico Thiago Losant, que interpreta Cattalabutte, o mestre de cerimônia.

 

A bailarina Camila Viana (centro) como princesa Aurora da "Bela Adormecida". FOTO: Manoel Pantoja

 

MONTAGEM - “A Bela Adormecida” é um balé composto por prólogo e três atos, baseado no conto de Charles Perrault. A coreografia original é de Marius Petipá e a música é de Peter Ilyich Tchaikovsky. O ballet teve sua estréia mundial em cinco de janeiro de 1890, no Teatro Maryinsky de São Petersburgo, com a filha de Marius Petipá, Marie Petipá, no papel da Fada Lilás.

 

A responsabilidade da Ballare Escola de Dança é com toda a produção do espetáculo: ensaios, cenários, figurinos, contrarregragem etc. Ana Rosa Crispino explica que, da montagem feita no início do ano, também fizeram parte bailarinos que não são da Ballare. Na ocasião, participaram bailarinos de várias escolas e grupos de dança da capital e do interior do Pará e de outros Estados.

 

Além da direção de Ana Rosa Crispino, o espetáculo tem coordenação geral de Camila Viana e Suelen Lopes. Da equipe técnica também fazem parte Rubens Almeida (luz), Eduardo Florentino e Ronaldo Bittencourt (som) e Ribamar Monteiro, Nonato Rodrigues e Edivaldo Nere (palco). A remontagem e as coreografias são de Ana Rosa Crispino, Camila Viana e Suelen Lopes. Como assistentes de produção estão Estélia Viana, Ana de Jesus, Antônio Baía e Élio Viana. E no apoio do espetáculo, estão a direção, os colaboradores e os técnicos do Theatro da Paz.

 

A realização do espetáculo “A Bela Adormecida” também só foi possível graças ao apoio cultural das empresas Sococo, Alubar, Norte Comunicação Integrada, Assemb, On Line Produções, Boi Dóuro, Ver a Mídia, Fabel, Famiglia Trattoria, Sempre Viva e Freeserra.

 

SUCESSO – A Ballare Escola de Dança, que também possui a Ballare Cia. de Dança, formada por professores e bailarinos da escola, já remontou, com sucesso, a versão completa de balé famosos no mundo inteiro, como “Dom Quixote”, “La Bayadère”, “Giselle”, “Paquita”, “Coppélia” e o “O Quebra-Nozes”, além trechos de vários ballets, como “A Filha do Faraó”, “Lê Sylphides”, “La Fille Mal Gardèe”, “O Lago dos Cisnes” e “Esmeralda”.

 

De acordo com Ana Rosa Crispino, a maior dificuldade na montagem de espetáculos deste porte é o investimento feito nos cenários e nos figurinos. Mas ela também encontra outros entraves.

 

“A equipe técnica que temos em nossa terra para realizar tais produções é de muito boa qualidade. Os bailarinos também. O que falta é patrocínio e espaço. Quanto ao público também temos algumas dificuldades, pois o paraense não tem a cultura de assistir a produções de balé clássico de repertório”, analisa a diretora, que espera que as montagens que a escola realiza ajudem a formar plateia e despertar o interesse de crianças, jovens e adultos para este tipo de espetáculo.


Trecho da "Bela Adormecida", em montagem da Ballare. FOTO: Manoel Pantoja

 

HISTÓRIA – “A Bela Adormecida” começa com os preparativos para o batizado da princesa Aurora, no palácio do Rei Florestan, em um reino distante. No prólogo, Cattalabutte, o mestre de cerimônia, recebe as seis fadas do bem, que presenteiam a princesa. Mas antes que a sétima fada, a Fada Lilás, desse o presente mais poderoso, chega Carabosse, a fada do mal, seguida por ratos.

Carabosse, que não foi convidada, anuncia seu presente: ao completar 15 anos, a princesa vai furar o dedo em uma agulha e morrerá. A Fada Lilás, que ainda não havia dado a sua bênção, ameniza o feitiço de Carabosse e diz que Aurora não morrerá, mas cairá em um sono profundo até que um belo príncipe a desperte com um beijo.

 

O primeiro ato, denominado “O Feitiço”, mostra o aniversário de Aurora. Toda a corte saúda seus pais e seus convidados: príncipes cortejam e dançam com a princesa e a celebração prossegue animada até que uma misteriosa figura aparece e oferece um buquê de flores à aniversariante, que dança encantada com presente, que esconde uma agulha. Ferida, Aurora continua dançando atordoada até desmaiar. É quando Carabosse se revela a todos e se retira do salão. Em seguida, a Fada Lilás aparece e espalha seu encanto por todo o reino, fazendo com que todos adormeçam junto com Aurora.

 

O segundo ato, “A Visão”, acontece na floresta, onde, durante uma caçada liderada pelo príncipe Desirèe é envolvido pela magia da Fada Lilás e tem uma visão da bela princesa adormecida. Desirèe é conduzido pela fada ao reino do Rei Florestan e encontra Aurora em seu leito. Apaixonado, o príncipe beija sua amada, despertando-a. Todo o reino também acorda e o príncipe pede a mão de Aurora em casamento.

Já o terceiro ato, “O Casamento de Aurora”, mostra os habitantes fantásticos de outros reinos, que foram convidados pela Fada Lilás para a grande celebração. Entre eles estão a Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau, O Gato de Botas e a Gata Branca, o Pássaro Azul e a Princesa Florine. Todos dançam alegremente.

 

SERVIÇO: Espetáculo de balé “A Bela Adormecida”, com a Ballare Escola de Dança e direção de Ana Rosa Crispino. No Theatro da Paz, sábado (8), às 20 horas e domingo (9), às 18 horas. Realização: Ballare Escola de Dança. Informações: (91) 3241-3182 e (91) 8408-4707.   

 

Texto: Luciane Barros

Fotos: Manoel Pantoja

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 16:58
Tags:

Dezembro 03 2012

A Ballare Escola de Dança convida a todos para prestigiar mais uma de suas produções:"A Bela Adormecida", um dos mais belos e conhecidos ballets de todos os tempos.

Entre crianças e bailarinos profissionais, levaremos ao palco toda a magia dos contos de fadas com muita dança e interpretação.

Os ingressos já estão à venda na bilheteria do Theatro da Paz.
Garanta logo o seu e prestigie o nosso espetáculo.

Serviço:
A BELA ADORMECIDA, com a Ballare Escola de Dança
Local: Theatro da Paz
Dias: 08 de dezembro, às 20h e 09 de dezembro, às 18h
Informações: (91) 3241-3182 e (91) 8408-4707
publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 15:26
Tags:

mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
myspace views counter
subscrever feeds
blogs SAPO