Belíssima foto, bom texto. Quem dança realmente tem a oportunidade de experimentar a sensação de tocar o céu. Só quem dança é mais feliz, porque é por meio dela, e tão somente, que se pode expressar o que nem palavras, nem imagens, nem cores, nem sentimentos, expressam. A dança é, por si só, a maior de todas as formas de expressão e deveria ser valorizada como tal. É mistura de som, movimento, ritmo, cor, corpo, sensações. A dança é a expressão maior do ser.
Eva a 1 de Abril de 2010 às 14:16

Eva, belíssimo comentário, amiga. Quem dança entende melhor a grandeza desta arte. Magnitude essa tão bem descrita nas tuas palavras. Dançar é sentir, transceder, estar totalmente presente... É uma mistura perfeita. Volte sempre aqui com suas palavras mágicas. Beijo! Lu.

Lu lindo esse pensamento. O que a Silvia fala é verdade porque a Dança foi uma das primeiras formas de expressão do homem, é a Mãe das Artes. Essa reflexão da Ana Botafogo exprime essa força da dança e de quem baila em busca da perfeição, a eterna busca: "bailarina tem que melhorar tudo sempre". Bjuxxxxxx!!!!!!!! Sancha.

Ps. Adorei a Makarova e eu já vi o vídeo, aquilo é irreal ihhiihihhi Amiga, mas quero que tu coloques aqui também aquelas fotos lindas dos teus contemporâneos, o Parte de Mim é tudo! (aaa, meu blog está quase no ponto)
Sancha Luna a 2 de Abril de 2010 às 16:49

Sancha, a Dança deve ser a mãe mesmo. Tive um professor de Filosofia que dizia isso e me mostrou um livro de um autor francês que falava sobre o tema.
Amei a frase da Botafogo. Ela é um exemplo de talento e superação. Começou a dançar por causa de um problema no joelho e olha onde chegou... E a Makarova é tudo, realmente.
Vou procurar as minahs fotos para postar aqui. Amo o Parte de Mim, a Maria, a Babalu... mas não tenho tanta imagem boa assim, vai... rsrsrs E trata de colocar lenha nesse teu blog.
Beijinho e até a volta! Divirta-se! Lu.