Oi Lu. Muito legal o seu texto. Parabens!!! Tenho certeza que estas muito feliz por estar fazendo aquilo que sempre vc gostou de fazer. Escrever e escrever. Logico que nao é aquilo ainda que tanto almejas, mas com certeza vc vai consegui. Acretido em vc.

beijos Linda!!!!
Rosana a 6 de Maio de 2005 às 03:55

Esse termo Belém de Outrora, bem que esconde o Belém do já teve, não é? Hoje em dia só Estação das Docas, Mangal das Garças, Feliz Lusitânia, São José Liberto... e por aí vai. Os poetas que cantaram tanto a Belém de Outrora, alguns que viveram nela, estão se mostrando, agora, inaptos - talvez entregues, alguns. Acabei de chegar no jornal, dei uma passada pela Padre Eutíquio da UFPA até o Iguatemi e depois desci pela Nazaré. Não restou muita coisa do que tu falas na poesia. Só é poesia porque não tem mais? Bj, desculpa pelos desencontros.
Thiago a 2 de Maio de 2005 às 21:36