Simplesmente Lu

Novembro 23 2009

Em tempos de Conferência Nacional de Comunicação e de mobilizações pela democratização da informação no Brasil, onde a internet tem papel primordial, a governadora Ana Júlia Carepa deu um passo certeiro e inédito (até onde eu saiba) ao convocar a blogosfera paraense para um bate papo durante um café da manhã, nesta segunda-feira (23), no Palácio dos Despachos. Denominado Diálogo Aberto, o encontro contou com a presença de blogueiros "de responsa", como os flanares (infelizmente o Juca não estava lá). Não pude participar, mas desejo que outros encontros do tipo ou com outros formatos (como sugeriram os jornalistas Paulo Bemergui e Augusto Barata) venham. E que  demais segmentos da sociedade civil possam participar e dialogar com a governadora.

 

Ana Júlia apresenta as políticas de governo aos blogueiros paraenses
23/11/2009 10:54

 
Da Redação
Secretaria de Comunicação
A governadora Ana Júlia, ao lado de Cláudio Puty (Casa Civil) e Paulo Roberto (Comunicação), durante o diálogo com os blogueiros paraenses
 

A governadora Ana Júlia Carepa reafirmou nesta manhã, durante conversa com blogueiros, seu compromisso com a construção de um novo modelo de desenvolvimento no Estado e afirmou os esforços do governo em levar políticas públicas a todas as regiões do Pará. Ela recebeu no Palácio dos Despachos um grupo de blogueiros paraenses, entre os quais CJK, Bacana, Franssinete Florenzano, Ércio Bemerguy, Zé Carlos, Belenâmbulo, Ananindeua em Debates, Observatório Eleitoral e outros blogs.

 

Estiveram presentes os secretários Edílson Araújo (Segov), Cláudio Puty (Casa Civil), André Farias (Seir) e Paulo Roberto (Secom). Após duas rodadas, os blogueiros Carlos Barreto (Flanar), Franssinete Florenzano (Uruá Tapera), Ércio Bemerguy (Mocorongo), Carlos Kayath (CJK), Milton Pereira e Rui Santana (Ananindeua em Debates) e Miguel Oliveira perguntaram à governadora Ana Júlia sobre a divisão do estado, investimentos do governo para a região oeste do Pará, investimentos na região metropolitana, empréstimos e a saúde financeira do Estado, bem como os problemas na saúde e no transporte na região metropolitana.

 

A governadora afirmou que as obras do Ação Metrópole estão em curso e, numa segunda fase, atingirão vias de acesso, como a BR-316, Almirante Barroso e Augusto Montenegro, criando condições para a criação do transporte integrado nos cinco municípios da região - Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara do Pará, melhorando as condições de transporte para 2 milhões de pessoas.

 

Sobre os empréstimos, ela afirmou a saúde financeira do estado, e declarou que, ao contrário do que dizem pela internet, nenhum empréstimo foi feito para pagar a folha, já que isso é impossível.

 

Sobre a divisão territorial, a governadora disse que estranha que estes debates surjam sempre às vésperas de eleições. Disse ainda que o debate é feito de forma romântica, levando algumas pessoas a crer que a emancipação será a solução de todos os problemas, e que seu governo está trabalhando por todas as regiões como nenhum governo jamais o fez.

 

Sobre a região oeste, a governadora declarou que está atuando em Santarém. Fez asfaltamento de ruas em Santarém, a estrada que liga o aeroporto a Alter do Chão, o centro de convenções já está licitado e o parque tecnológico em Santarém terá suas obras iniciadas. Outra obra em curso é a construção da estrada e a ponte para Mojuí dos Campos, o mais novo município do estado. "Trabalhei muito para a criação da UFOPA", disse a governadora, mas "tem muito político por aí querendo ser o pai de um projeto que só poderia ser criado pelo presidente Lula", disse ela.

 

Saúde - Sobre a saúde, a governadora lembrou que a Santa Casa estava operando no limite de sua capacidade. "Em maio de 2004 morreram mais de 600 crianças", disse Ana Júlia, "mas a imprensa na época não dizia nada". "Vou entregar o governo com a construção da Nova Santa Casa". A governadora informou que seu governo está investindo na saúde nos municípios, através do repasse fundo a fundo e da capacitação, para fortalecer a saúde preventiva e assim desafogar os hospitais.

 

Quanto ao Ophir Loyola, a governadora está instalando equipamentos para o tratamento do câncer através de radioterapia. Outra área importante é o fortalecimento da saúde da família. "Quando comecei meu governo a cobertura do saúde da família estava em 22%. Vamos encerrar 2010 com quase 50% dos domicílios atendidos".

 

Secom

 

publicado por Luciane Barros Fiuza de Mello às 19:55

mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
16
18
19

22
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO